SOBRE O KINO DIGITAL

sobre_header

Mais um blog sobre cinematografia digital… Ufa… Não vou dizer que esse é “o blog” sobre o assunto. É mesmo um entre muitos, e se conseguir algum destaque, será graças a você, internauta, que lendo essas linhas, acredita que vá encontrar por aqui conteúdos relevantes sobre cinematografia digital.

Depois de mais de mais de quatro décadas fotografando still e cinema, venho atendendo a convites para lecionar. Encontrei grande prazer nessa atividade (deve ser um traço genético. Em minha família quase todos foram ou são professores). Lecionar leva a disciplina , ao ordenamento e a sistematização. Remete ao estudo e a pesquisa. Acredito que se ensina para continuar aprendendo.

A internet ao proporcionar um canal de mão dupla, se presta extraordináriamente ao ensino. E é o que venho fazendo informalmente já a alguns anos, através de e-mails e das redes sociais onde respondo a dúvidas e perguntas de alunos e ex alunos. Esse blog tem como proposta institucionalizar esse canal de comunicação, reunindo através dos posts e da correspondência, um banco de dados sobre cinematografia digital em toda sua extensão e para todas as suas ramificações.

Técnica, equipamentos, linguagem, estética, história, avaliação, crítica etc… , todos os tópicos ligados a cinematografia encontrarão espaço por aqui, com redação direta, informações objetivas e bom humor. Sinta-se a vontade para navegar conosco e fazer descobertas e reconhecimentos que sejam do seu interesse. Boa viagem!

equipe_ebert

Carlos Ebert

Diretor de Fotografia e Editor de Conteúdo

Estudou Arquitetura na UFRJ. Em 1966 mudou-se para São Paulo para cursar a Escola Superior de Cinema São Luís. Cursou os dois anos do básico. Saiu para ser fotógrafo de still do longa Bebel, Garota Propaganda de Maurice Capovilla. Em seguida fotografou juntamente com Peter Overbeck, O Bandido da Luz Vermelha, do Rogério Sganzerla. De lá para cá foram  29 filmes de longa-metragem , 33 curtas,  além de filmes e séries para TV, dezenas de clips musicais e  centenas de comerciais para cinema e TV (saiba mais).

Paralelamente à atividade de diretor de fotografia e operador de camera,  dedica-se ao ensino da cinematografia. Atua no Curso de Mestrado em Documentário da Fundação Getúlio Vargas, na Academia Internacional de Cinema de São Paulo, no Centro Cultural B_arco Virgílio, na Fundação Joaquim Nabuco (CANNE), e em diversas outras instituições de ensino no Brasil e no exterior, tendo em 2013 representado o Brasil na Conferência do Centre International de Liaison des Ecoles de Cinéma et de Télévision – CILECT,  em Buenos Aires.

Segue se dedicando a fotografia de still, tendo exposto no MIS/SP no mês da Fotografia em 2013, juntamente com Joakim Eskildsen e as retrospectivas de Willy Ronis e Chico Albuquerque. É representado nacionalmente pela agencia Olhar Imagem e internacionalmente pela Getty Images.

Outras atividades no audiovisual:

equipe_inketa

Inketa

Direção de Arte, UX e TI

A Inketa é uma agência estratégia e design que apoia changemakers.

O kinodigital.com.br traduz de forma fácil e acessível o conhecimento sobre cinematografia, e isso nos inspira a apoiar e incentivar essa ação.